Project Open Air

O projeto

Existe atualmente alguma discussão e pouco consenso em torno do uso de máscara pelo cidadão comum. A pandemia tem crescido exponencialmente em diversos países, contudo o uso obrigatório de máscaras em alguns países parece sugerir que o uso da máscara por toda a população tem ajudado a abrandar significativamente a propagação do vírus.

As máscaras não cirúrgicas previnem fundamentalmente que a pessoa que utiliza a máscara não transmita o vírus para outros, através de espirros, tosse ou mesmo através da respiração ou da fala. Como tal, o objectivo primário destas máscaras não é proteger quem as utiliza, mas evitar que seja transmitido para outros. Ou seja, embora tenham um efeito protector parcial podem ser um recurso valioso para abrandar a curva da transmissão do novo coronavírus.

E neste, momento todos os meios de proteção são urgentes e essenciais.

Não para se proteger a si próprio para sobretudo para proteger os outros. As máscaras ou barreiras na face, previnem a propagação de micro gotas (ou ‘perdigotos’) potencialmente infectados. Quanto mais pessoas usarem máscara, menos se dará a transmissão do vírus e menos pessoas serão expostas e infectadas. Muitos de nós podem estar contagiados e a disseminar o vírus, mesmo sem o saber por serem assintomáticos – ou seja não apresentarem sintomas.

Se tiver uma máscara está a proteger a outra pessoa, e a outra pessoa está a protegê-lo a si.

Atenção que mesmo possuindo uma máscara, deverá continuar a praticar a distância social e ficar em casa, bem como continuar a lavar regularmente as mãos. Contudo quando tiver de sair de casa por necessidade de força maior, toda a gente deveria usar a máscara. Para segurança de todos.

 

Equipa

Sara Aparício

Sara Aparício

Project Leader
André Machado

André Machado

Researcher
Nils Preusker

Nils Preusker

Project Management

Outros Projetos